Criando uma apresentação institucional

Fazer uma apresentação parece fácil, mas só parece! O mundo empresarial,  governamental e  acadêmico é cheio de apresentações, grande parte delas é medíocre.

Medíocre pelo ponto de vista funcional, criativo e empático. Grande maioria pensa que para apresentar uma ideia basta criar uns slides no Power Point, colar umas imagens da internet e rechear de efeitos e cores.

O “guru” Steve Jobs, fundador da Apple, dizia odiar apresentações em Power Point. Claro, Power Point é um produto da concorrente, mas o que ele realmente queria dizer é que uma apresentação exigi muito mais que uns slides e alguns efeitos.

Uma boa apresentação precisa ser criativa, responsiva e empática. Para isso, ela precisa ser planejada, estudada e ensaiada, a fim de criar interesse no público que a assiste e passar uma mensagem de forma clara e, porque não, divertida.

Portanto, fazer uma APRESENTAÇÃO não é tão simples como muitos pensam. Precisa de muito planejamento estratégico. Para ilustrar melhor o que quero dizer,  assista a apresentação de Charlie Caper e Erik Rosales, contratados pela cidade de Estocolmo para demonstrar as vantagens de se viver lá.